Perguntas e Respostas

Perguntar à Dra. Paula Sepúlveda

Coloque a sua questão, a Dra. Paula Sepúlveda responde às suas dúvidas e aconselha-o caso necessite.

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

Perguntas e respostas

"Quando permaneço muito tempo em frente ao computador, sinto a visão turva e os olhos cansados"

Não se preocupe, pois o trabalho em frente a um monitor não representa qualquer risco para os olhos. Em frente ao monitor poderá sentir cansaço visual, sensação de ardor nos olhos, lacrimejo ou incómodo perante a luz. Se sentir estes sintomas, verifique a sua postura e a disposição do equipamento, de acordo com o indicado.

Uma boa postura em frente ao monitor, pausas regulares e uma boa hidratação ocular podem contribuir para a diminuição de fadiga ocular.

Se mesmo após alterar a sua postura ainda persistirem alguns sintomas oculares como cansaço visual, sensação de ardor nos olhos, lacrimejo ou incómodo perante a luz poderá ser necessário a utilização de lágrimas artificiais, de preferência sem conservantes, que lhe proporcionarão uma hidratação ocular suplementar. Consulte o guia prático para uma correta postura em frente ao computador.

 

Existem alimentos que ajudam a prevenir catarata?

Não há resultados de estudos científicos que comprovem esta ligação, no entanto há suspeitas de que uma alimentação rica em complexo B, Vitaminas A e E interfere nas células do olho, principalmente nas da retina.

 

Ler em ambiente mal iluminado prejudica a minha visão?

Não, mas pode causar ressecamento nos olhos e dor de cabeça. A iluminação correta deve ficar atrás do leitor, à altura de 60cm ou 1m, direcionada para o material lido, sem formar sombras.

 

Ver televisão de perto prejudica a visão?

Não, mas provoca a fadiga visual, que pode originar olhos secos, dores de cabeça, náuseas e dores musculares na região do pescoço.

 

Ver mal num ambiente bem iluminado significa que tenho um problema de visão?

Sugere que as células de pigmento da retina têm sua função comprometida. Elas não absorvem a luz na sua totalidade, deixando esta ser transmitida para o nervo ótico. É necessário consultar o oftalmologista para investigar outras possibilidades.

 

 

Conselhos para proteger a visão

Os olhos são um dos órgãos mais importantes que o ser humano possui, pois estão directamente relacionados com um dos sentidos mais importantes do ser humano, a visão. Ao mínimo sintoma de problemas oculares deverá consultar um oftalmologista, pois muitos problemas oculares poderão agravar-se se não forem tratados no devido prazo.

 

Principais cuidados a ter com os olhos:

 

  • Evitar a exposição em demasia em frente ao computador, fazendo pausas sempre que possível;
  • Evitar estar demasiado perto de monitores ou televisões;
  • Utilizar um brilho de monitor ou televisão adequado. Demasiado brilho cansa mais a vista;
  • Utilizar sempre óculos de sol nos períodos do ano em que a radiação solar seja mais forte;
  • Para quem usa lentes de contacto, estas devem ser sempre utilizadas o mínimo de horas seguidas possível, e devem estar sempre dentro do seu prazo de validade;
  • A utilização de gotas oculares específicas pode ajudar a hidratar os nossos olhos, e a hidratação dos mesmos é extremamente fundamental para evitar problemas;
  • Deve-se evitar o gesto de coçar os olhos. Este gesto poderá irritar a superfície ocular, que é extremamente sensível, e assim provocar um desgaste e maior cansaço ocular;
  • A realização de consultas de rotina periódicas é fortemente aconselhada, pois por vezes podemos possuir problemas oculares dos quais não temos noção.

 

Os olhos são um órgão extremamente sensível e ao mesmo tempo muito importante, por isso a sua saúde não deve ser nunca desprezada.

 

 

 

Portugal Telecom – Associação de Cuidados de Saúde (ACS)

MEDIS

PT

MULTICARE

CGD

EDP

Outros Acordos

 

Clínica Paula Sepúlveda, Lda

Rua Dr. Francisco Duarte, n.º 110, 1.º, Salas 13 e 14, 4715-018 BRAGA

Coordenadas GPS 41°33'05.9"N; 8°24'12.6"W

Telemóvel 919 948 385

Telefone 253 610 383 | Fax 253 610 387

e-mail paulasepulveda@sapo.pt

www.paulasepulveda.pt