Oftalmologia Pediátrica

Na área da oftalmologia pediátrica, contamos com especialistas experientes e prestamos serviços de consultas, cirurgia e exames direcionados aos mais pequenos.

Cuidados pré-natais

Um exame pré-natal é importante para se identificarem eventuais

problemas oculares que poderão estar associados a algumas infecções.

 

Os primeiros dias do bebé

Há doenças oculares que podem surgir logo após o nascimento, tais como a catarata congénita, o glaucoma congénito, a retinopatia da prematuridade, conjuntivites e o retinoblastoma. Nos primeiros dias do bebé, os sintomas não são facilmente percebidos, pelo que  é importante fazer o teste do reflexo vermelho nesta primeira etapa da vida da criança, de preferência, logo após o nascimento. O teste do reflexo vermelho geralmente é realizado na maternidade ou, numa fase posterior, por um oftalmologista nos primeiros seis meses de vida.

Mesmo que no primeiro teste os resultados sejam normais, será necessário reavaliar a situação periodicamente. Os bebés com história familiar de doenças oculares devem realizar um exame oftalmológico mais detalhado no primeiro mês de vida. A detecção precoce de anomalias oculares é essencial para a eficácia dos tratamentos e na prevenção de problemas oculares mais graves.

 

Desenvolvimento da função visual da criança

O desenvolvimento da função visual da criança inicia-se com o nascimento, etapa que perdura até aproximadamente os 7 anos de idade. É importante que as crianças recebam vários estímulos visuais (cores, formas, etc) porque as perdas resultantes de um deficiente desenvolvimento visual geralmente são irreversíveis.

 

Principais doenças oculares da criança

As doenças oculares que afetam mais as crianças são praticamente as mesmas que são mais comuns em adultos.

  • Hipermetropia: é uma anomalia visual em que o olho é demasiado pequeno, o que provoca que as imagens se formem atrás da retina. Os hipermétropes vêem mal ao longe e ao perto. Muitas vezes conseguem ver bem devido ao esforço de acomodação com consequente fadiga.
  • Miopia: A miopia é uma anomalia visual em que o olho é demasiado grande o que implica que as imagens se formem à frente da retina. Os míopes vêem mal ao longe mas bem ao perto.
  • Astigmatismo: é uma anomalia visual em que o olho é uma bola ovalada em vez de redonda, o que provoca imagens desfocadas. Os astigmatas têm uma visão imperfeita quer ao longe quer ao perto com má perceção dos contrastes entre as linhas horizontais, verticais e oblíquas.
  • Estrabismo: é uma anomalia visual que resulta da falta de paralelismo entre os olhos.

 

 

Portugal Telecom – Associação de Cuidados de Saúde (ACS)

MEDIS

PT

MULTICARE

CGD

EDP

Outros Acordos

 

Clínica Paula Sepúlveda, Lda

Rua Dr. Francisco Duarte, n.º 110, 1.º, Salas 13 e 14, 4715-018 BRAGA

Coordenadas GPS 41°33'05.9"N; 8°24'12.6"W

Telemóvel 919 948 385

Telefone 253 610 383 | Fax 253 610 387

e-mail paulasepulveda@sapo.pt

www.paulasepulveda.pt